RECEITAS | VIDA NA ROÇA

RECEITAS

Receitas de coisas gostosas da roça.
A cozinha da roça tem uma variedade de receitas deliciosas que lembram aquele sítio ou fazenda, com comidas feitas no fogão de lenha. As comidas caipiras fazem muito sucesso e quem provou jamais esqueceu!02

Leitoa a Pururuca.
Ingredientes.
• 1 leitoa de 6 a 7 kg
• Sal com alho
• Alho
• Óleo
• Pimenta do reino
• Pimenta cumari
• Limão cravo
• Vinagre
• Cheiro-verde
• Ingredientes para o recheio
• Faça uma farofa boa para rechear a leitoa: pode usar farinha de milho, bacon, azeitonas, ervilhas, milho verde, ovo cozido
• Pode misturar também ameixas pretas e passas, se gostar do sabor doce com o salgado.
Como fazer.
1. Se você viver na roça, ou tiver amigos criadores, deve escolher a leitoa no chiqueiro.
2. Nada de leitoa gorduchona ou velha.
3. Além disso, todo mundo sabe que é preciso passar limão cravo por toda a pele da leitoa, para tirar gostos e cheiros.
4. Ao passar o limão cravo, esfregue muito bem para terminar a limpeza direito.
5. Outro segredinho: o tempero! Nada complicado.
6. Uma “marinada” resolve bem.
7. Use limão cravo, vinagre, sal, cheiro-verde, pimenta- do- reino e pimenta cumari vermelha bem curtida.
8. Pode pôr vinho branco, se gostar.
9. Faça o tempero numa bacia funda, e ponha a leitoa de “molho”, depois de passar o caldo por toda a extensão da carne.
10. Deixe dormir na geladeira, depois de cobrir com papel alumínio.
11. Se quiser vedar melhor, pode ainda embrulhar em saco plástico grande, para não dar “cheiro”.
12. Encha a barriga da leitoa com o recheio e costure com linha comum.
13. Prepare uma forma forrada com fatias de batata crua para que a leitoa não grude no fundo.
14. Ponha-a de barriga para baixo e leve ao forno.
15. Jogue dois ou mais copos da marinada na assadeira.
16. E jogue mais um copo de óleo.
17. Cubra tudo com papel alumínio e leve ao forno.
18. Em média, você vai gastar 2 horas e meia de forno para assar a leitoa.
19. Depende do forno! As duas primeiras horas devem ser em forno baixo.
20. Depois, aumente a temperatura, para que a carne vá gratinando, além de assando.
21. Tudo depende da temperatura.
22. Vá verificando e controlando, para que a carne não fique crua nem assada demais.
23. No final, retire o papel alumínio para a leitoa ficar douradinha.
24. Daquele jeito! Quando estiver no ponto ponha uma panela com 1 litro de óleo para esquentar.
25. Quando estiver bem quente, quase saindo fumaça, jogue essa gordura sobre a leitoa para que sua pele estoure e fique pururucada.
26. Mas com um bom tempero, e assada no ponto certo, a leitoa não precisa estar “pururuca” para ficar gostosa.

Frango Caipira com quiabo.
Ingredientes.
• 1 quilo de quiabo
• 1 frango inteiro, cortado em pedaços
• 5 dentes de alho amassados
• 1 cebola grande bem picadinha
• 1 xícara (chá) de óleo
• 1 colher (sobremesa) de colorau
• pimenta a gosto
• sal a gosto
• cheiro verde a gosto
Como fazer.
1. Tempere o frango com o alho amassados, sal, pimenta e colorau
2. Se desejar, acrescente uma colher (sopa) de vinagre
3. Deixe marinar na geladeira por aproximadamente, 30 minutos
Preparando o quiabo:
1. lave o quiabo e seque com um pano, deixando-o bem sequinho
2. Pique em rodelinhas finas
3. Em uma panela, aqueça uma xícara de óleo
4. Acrescente o quiabo picado e deixe refogar até que não tenha mais nenhuma baba
5. Mexa de vez em quando, com cuidado para o quiabo não desmanchar
6. Quando estiver sem baba, desligue o fogo, espere amornar e coe, para retirar o óleo
7. Reserve somente o quiabo
Preparando o frango:
1. Em uma panela, aqueça duas colheres (sopa) de óleo e doure muito bem a cebola, como se estivesse queimando (isso fará com que solte um corante natural no frango)
2. Junte o frango e deixe -o fritar muito bem
3. Quando estiver bastante dourado, junte três xícaras de água fervente, ou um tanto que quase cubra o frango
4. Corrija o sal, se necessário, e deixe cozinhar em fogo médio, com a panela semi-tampada por mais ou menos 20 minutos, ou até que o frango Seara esteja bem macio
5. Junte o quiabo reservado e deixe apurar até que fique encorpado
6. Se estiver com muito caldo, aumente o fogo e deixe secar um pouco mais
7. Verifique se está bom de sal
8. Por último, junte o cheiro verde
9. Sirva com arroz e feijão fresquinhos e angu (ou polenta sem molho)

COUVE, NÃO PODE FALTAR NENHUMA HORTA.

A couve faz parte da alimentação principalmente de nós mineiros é
um alimento muito nutritivo e ainda proporciona vários benefícios
para nossa saúde, ela contém muitas vitaminas como: Vitamina A, B1,
B2, B3, B5, C e K.
A couve possui poucas calorias bem como baixa quantidade de sódio e é uma excelente fonte de cloro, magnésio, ferro, silício, cálcio, enxofre etc.couve

RECEITA DE COUVE RASGADA REFOGADA.

Ingredientes:

1 maço de couve.
Azeite + ou – uma colher.
Tempero a gosto ( Sal e Alho).

Modo de preparo:

Lave bem a couve, corte os talos e rasgue as folhas em pedaços, ou seja, uma folha em 04 pedaços, aqueça o azeite em uma panela, coloque o tempero e deixe dourar, depois coloque as folhas e deixe refogando por mais ou menos 30 segundos depois,
desligue o fogo e dê uma misturada.
Acompanhada com arroz, feijão e torresmo é bão dimais da conta sô.

Veja uma receita em vídeo do youtube de couve picadinha.

ORA-PRO-NOBIS.

Ora-pro-nobis(nome cientifico Pereskia aculeata), originada das Americas, é encontrada principalmente na região sudeste do Brasil, fácil de cultivar e bastante nutritiva, muito usada como alimento principalmente em Minas Gerais acompanhada com frango, costelinha de porco etc. Também conhecida vulgarmente por “LOBROBÓ” esta planta é uma trepadeira, se adapta muito facilmente em qualquer tipo de solo e climas podendo chegar até cinco metros de altura, possui ramos com espinhos.
Ora-pro-nobis do latim “Rogai por nós” segundo a lenda este nome foi dado por algumas pessoas que colhiam a planta no quintal da casa de um padre que rezava em latim.orapronobis

ALGUNS BENEFÍCIOS DESTA PLANTA.

Alivio em processos inflamatórios, ajuda na recuperação de peles queimadas etc. pode ser usada como chá para ajudar no combate a úlceras, queimaduras, problemas de pele, inflamações etc.

Estas informações, foram pesquisadas por mim na internet portanto, não faça uso como medicinal sem consultar um médico.

Veja uma receita de ora-por-nobis com costelinha no vídeo abaixo.

CARNE COM ABOBRINHA DE VIDA NA ROÇA.

INGREDIENTES:

500g de carne de boi cortado em pedaços pequenos (patinho) ou outra carne, desde que seja macia.
3 colheres (sopa) de óleo.
1 cebola média em rodelas.
1 colher de sopa de colorau.
1 abobrinha grande cortada em cubinhos.

PREPARO:

Coloque o óleo, alho e sal (a gosto) em uma panela no fogo juntamente com a carne, a cebola e vá misturando até dourar, acrescente o colorau e água quente deixando cozinhar por mais ou menos 30 minutos, acrescente a abobrinha e deixe cozinhar mais uns 15 minutos observando para não deixar a água secar, ou seja, deve ficar com uma quantidade razoavelmente de caldo, se quiser, coloque salsinha e cebolinha de cheiro em cimaabobrinhaSirva com arroz e bom apetite.

PICANHA RECHEADA DE VIDA NA ROÇA

Feita na panela de pressão.

INGREDIENTES:

– 01 peça (picanha não muito gorda) mais ou menos 2 quilos.
– Linguiça calabresa para recheio.
– Bacon para recheio.
– Cenoura para recheio.

PREPARO:

– Rechear a picanha com os ingredientes, temperar e deixar dormir na geladeira de um dia pro outro.picanha
– Colocar a picanha com uma colher de óleo na panela de pressão e deixar dourar (+ ou – 20 minutos, não usar água).
– Depois de dourada, colocar 01 litro de água quente e tampar a panela.
– Quando começar a ferver, ou seja, a panela começar a chiar, aguardar mais ou menos 60 minutos para ficar cozida.
Depois, é só servir, bom apetite!!

RECEITA: VIDA NA ROÇA
FOTO: José Célio

RECEITAS DELICIOSAS EM VÍDEOS DO YOUTUBE

guloseima

Pesquisando sobre receitas de coisas de Minas no youtube, deparei e escolhi para postar no blog de vida na roça, estes vídeos da mais tradicional cozinha mineira que é o feijão tropeiro, o frango com quiabo e as guloseimas que tem na maioria das casas dos mineiros na hora do café da manhã e da tarde que é o biscoito de polvilho e o pão de queijo. 

 

 

Feijão Tropeiro da Tia Lazinha é uma delícia!!!
)

FRANGO CAIPIRA COM QUIABO!!
)

PÃO DE QUEIJO TRADICIONAL!!
A receita é clássica, e mostra porque o pãozinho mineiro faz tanto sucesso.
)

Biscoitos crocantes e saborosos de queijo e polvilho da Dona DITA.
)

Receitas de dois doces ( banana e abobora ) de Dael Júnior.
Pelo jeito, deve ficar muito gostoso e é muito fácil de fazer.

docedeaboboara docedebanana

 

Doce de figo de Neuza Maria.

01- Coloque os figos no congelador.

02- Depois de congelados retire-os.

03- Passe uma escova neles para tirar a pele.

04- Fervente os mesmos, trocando a água até ficarem macios.

05- Prepare uma calda meio grossa.

06- Se achar melhor, corte os figos ao meio.

07- Coloque os figos na calda e deixe ferver até penetrar o doce.

08- Pronto é só deixar esfriar e servir.

Enviada por Neuza Maria.docedefigodaneuza

chã4

CHÃ DE FORA RECHEADA FEITO NA PANELA DE PRESSÃO.

OBS: Feito em fogão a lenha.

 

INGREDIENTES:

– 01 peça (Chã de fora) mais ou menos 3 quilos.

– Linguiça calabresa para recheio.

– Bacon para recheio.

– Cenoura para recheio. 

– Rechear a carne com os ingredientes, temperar e deixar dormir na geladeira de um dia pro outro.

 

PREPARO:

– Colocar a peça de carne com uma colher de óleo na panela  de pressão e deixar dourar (+ ou – 15m não usar agua). 

– Depois de dourado, colocar 01 litro de água quente e tampar a panela.

– Quando começar a ferver, ou seja, a panela começar a chiar, aguardar mais ou menos 50 minutos para ficar pronto.

RECEITA: VIDA NA ROÇA FOTO: Zé Célio

marmelada1235046_522249041189506_342841020_n

 

 

 

 

 

 

 

Marmelada caseira no fogão à lenha!!

Marmelos (a quantidade pretendida) O mesmo peso dos marmelos (depois de descascados e desmiolados)  em açúcar. (Ob.: coloquei 200grs a menos de açúcar, como foi a primeira vez que fiz fiquei com medo de ficar muito doce). (1dl (100ml) de água usei essa medida para cada quilo de polpa) 

Obs.: 1) dl é a abreviação de decilitro, ou seja, 1 litro dividido por 10, que é igual a 100ml.

2) Para fazer a conversão de decilitros para mililitros é só 

acrescentar um zero e tirar a vírgula:

1,2 dl equivale a 120ml

2,0 dl equivale a 200ml

 

Preparo 

Lavar os marmelos, descascar, retirar o miolo, picar em pedaços grandes (reservar as cascas e os miolos sem as sementes para fazer uma geleia de marmelo). Levar os marmelos picados ao fogo para cozinhar, quando estiver macio passar na peneira e retornar ao fogo com o açúcar e a água até reduzir. Deixar ferver até atingir o ponto de estrada passou a colher no fundo da panela ficou um risco como uma estrada no meio é hora de retirar do fogo. 

Obs.: Passei os marmelos cozidos na peneira, mas não gostei muito da textura, achei que ficou um pouco grosso (não perdeu a textura de marmelada, mas na próxima vez vou bater no liquidificador).

Geleia de marmelo

Fiz a geleia como a marmelada o peso de massa o mesmo de açúcar, a diferença que bati as cascas e o miolo depois de cozida no liquidificador com água suficiente para não forçar o motor. Obs.: era para ficar mais liquida ponto de geleia, mas não gostei preferi mais encorpada então deixei apurar como a marmelada. A da foto era para ser a geleia rsrsrs que acabou virando marmelada, e a meu ver ficou melhor que a marmelada mesmo rsrsrs falta de experiência é assim mesmo vamos adaptando até ficar como cada um gosta foi a minha primeira marmelada e fiquei feliz com o resultado. Dica: Deixar o marmelos em pedaços cozido na calda também fica um doce muito bom. Fiz exclusivamente para o meu pai que tinha a recordação da infância em MG quando seu pai buscou a cavalo balaios de marmelo, essa foi a imagem que se fixou ao longo dos anos, o sabor e a cor do marmelo foram se perdendo com o passar dos anos. Quando encontrei os marmelos em um supermercado de Uberlandia-MG não pensei duas vezes em trazê-los para ele…esses meses atrás ele comprou 20 mudas de marmelos para serem plantados no início das chuvas(isso que é vontade de realizar as recordações da infância) rsrs e como irá demorar um tempo ainda para produzirem adiantei rsrsrs como foi bom ver a alegria como se estive retornado à infância.

FOTO E TEXTO: Adriana Nunes Pinharga

 
 

ARROZ DOCE DE VIDA NA ROÇA!!

Ingredientes:

1/2 copo americano de arroz.

2 litros de leite.

1 lata de leite condensado.arrozdoce 2 xicaras de café de açucar.

 

 

 

 

Preparo:
Cozinhar o arroz no leite e ir acrescentando os
restantes dos ingredientes.
Deixar tudo cozinhando por aproximadamente
2 horas(o tempo depende do fogão) mexer de vez em quando para não queimar.
Colocar numa tigela e polvilhar com canela.

PÃO DE QUEIJO DE VIDA NA ROÇA!!

Ingredientes:
500g de polvilho azedo
1 copo de água
1 copo de leite fresco
1 copo de óleo
2 ovos
100g de queijo parmesão ralado
Queijo minas picado
Sal (a gosto)

 Modo de preparo:

Numa panela, coloque a água, o leite, o óleo e o sal e ferva. Escalde o polvilho com este liquido quente até formar uma massa.

pãodequeijo

 

 

 

 

 

Com a massa morna, acrescentar o queijo parmesão, o queijo minas e os ovos. Coloque na forma com auxílio de uma colher, ou se preferir, faça bolinhas com as mãos. Leve ao forno e deixe assar.

 

FEIJÃO TROPEIRO DE VIDA NA ROÇA.

Ingredientes

500 g de feijão
250 g de bacon
Torresmo ja pronto a gosto
250 g de calabresa
5 ovos
1 molho de couve
200 g de farinha de mandioca
Tempero (cebola, salsa e cebolinha) a vontade

Modo de preparo

Cozinhe o feijão por 20 minutos mais ou menos.
Em outra panela, coloque um pouco de óleo e acrescente o tempero, o bacon e a calabresa já fritos.
Depois, adicione o feijão, o torresmo, a couve e a farinha de mandioca e misture.
Coloque por cima fatias de ovos cozido.
tropeiro942695_196179857202842_301052452_n

LAGARTO RECHEADO DE VIDA NA ROÇA
INGREDIENTES:
– 01 peça (lagarto) mais ou menos 2 quilos.
– Linguiça calabresa para recheio.
– Bacon para recheio.
– Cenoura para recheio.
Preparo:
– Rechear o lagarto com os ingredientes, temperar
e deixar dormir na geladeira de um dia pro outro.
– Colocar o lagarto com uma colher de óleo na panela de pressão e deixar dourar (+ ou – 15m não usar agua). Como o lagarto é grande, foi cortado ao meio para ficar melhor acomodado na panela.
– Depois de dourado, colocar 01 litro de agua quente e tampar a panela.
– Quando começar a ferver, ou seja, a panela começar a chiar, aguardar mais ou menos 50 minutos para ficar pronto.
RECEITA: VIDA NA ROÇA
FOTO: Zé Célio
lagarto944781_234941026660058_980241490_n

Deixe seu comentário

3 opiniões sobre “RECEITAS”

  1. amo a vida na roça, tenho um pequeno sitio em bom jesus do amparo mg, fico por lá 3 dias na semana tenho galinhas,patos , marrecos ,ganços ,caes e um delicioso fogao a lenha .faço todas as receitas de minha avó e saboreio junto de meus amigos em breve mandarei fotos de lá um grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Vida na roça é piadas de caipiras, receitas de pratos da roça, plantas medicinais, horta orgânica, coisas da roça.