PLANTAS MEDICINAIS – Agrimonia eupatoria (JURUBÃO)

Agrimonia eupatoria (JURUBÃO)

Planta que contém um óleo que pode ser adquirido
através da destilação, tem alguns compostos asperos,
amargos, possui uma quantidade de tanino fazendo comjurubão
que sirva para gargarejos. Ela tem certos compostos que
servem para controlar úlceras, feridas e também propriedades
para curar certos males do figado.
Segundo a medicina tradicional, especialmente a anglo-saxônica,
esta planta possui propriedades de melhorar o sono evitando pesadelos.
Foto:  josé Célio

CANTINHO DA SAUDADE

cantinhodasaudade603702_595593783799178_2104473999_n
No nosso “Cantinho da Saudade” é assim: O cabocro chega, 
vê umas coisas antigas, saboreia uma linguiça caseira 
com provolone, curte uns modão…. e depois vai embora 
com uma vontade doida de vortá!!! Cê tá convidado, 
se aprochegue!!!
Por Nereu Almeida
 

PIADAS DE CAIPIRAS – O dotô se lascô

 

O DOTÔ SE LASCÔ

 

Um cara da cidade contratou um caipira e sua canoa para pescar num rio. O cara que era muito estudado, querendo zoar o caipira, perguntou:

O senhor conhece filosofia, Zeca?

– Num conheço não seu dotô…

– Ih rapaz, então o senhor perdeu uma grande parte da sua vida, a filosofia nos faz ver a vida de maneira diferente…

– O senhor já leu os grandes classicos da literatura Brasileira?

– Num li não dotô…

– Ah, então o senhor perdeu mais uma grande parte da sua vida, literatura é uma coisa maravilhosa, tem os romances, os contos, as poesias etc. 

– Já foi ao teatro seu Zeca?

– Num fui não dotô…

– Virgem Maria, então o senhor perdeu praticamente metade  de sua vida, assistir as peças de teatro, é uma sublime sensação, inigualável, é a vida retratada no palco… 

– O senhor já… ai o caipira interrompeu…

– Ocê sabe nadá dotô?

– Não, porque?

– Então seu dotô, o senhor perdeu a vida inteira, pruque o barco tá afundano…

 


PIADAS DE CAIPIRAS – O elevador mágico

ELEVADOR

 

O ELEVADOR MÁGICO

Bastião é um caipira de Santa Bárbara MG, resolve passear com a família para conhecer a capital. Chegando ao hotel, parou estupefato em frente ao elevador, tentando entender para que servia uma porta com tanta luz piscando.

De repente, entra uma senhora bem velhinha no elevador, a porta se fecha e ela desaparece. Pouco depois a porta se abre novamente e Bastião dá de cara com uma garota lindíssima saindo do elevador, entusiasmado com o que vê, ele chama o filho:

– Zequinha, vai lá chamá sua mãe!!

MINHA VIDA NA ROÇA – MUTUM

MUTUM.
Depois de comer junto com as galinhas hora 
de ir embora. Ele não tem dia para vir, as 
vezes vem pela manha, outras vezes no fim 
da tarde. Já veio muitas vezes com sua 
companheira e também com seus dois filhotes. 
Estamos esperando que venha muito em breve jacu1378424_463501557097947_2054870531_n
com novos filhotes, pois apareceu sozinho nas últimas visitas.
Foto e texto: Valdelice Cunha Garcia